Terça-feira, 20 de Outubro de 2009

"Dor"

Não tenho vontade, nem capacidade de escrever.
Tenho um nó na garganta, um sintoma de medo misturado com o receio do destino.
Eu tento dizer o que sinto, mas dói.
Dói os olhos,
Dói a alma.
Dói, dói bastante o coração.
Tenho tanta revolta dentro de mim, e tanta coisa para dizer a cada pessoa.
E se não me conseguir conter? Fica o mundo contra mim.
É dificil quando temos expectativas altas em relação a uma pessoa, e essa pessoa desilude-nos
de tal maneira, que nem conseguimos voltar a olha-la como olhavamos.
É dificil e triste, quando julgamos os outros, e acabamos por passar pelo mesmo e compreende-los.
E é ainda mais triste, quando tens um passado.
Quando erraste, e acabaste por mudar-te a ti própria.
E continuam a julgar-te por tudo e por nada.
Não há nada que possa ser dito relativamente a esses presumiveis amigos.
E em relação a uma pessoa em especial, a admiração que tinha toda nela, naqueles minutos, desapareçeu.
Nada pode restaurar a amizade que sentia. E a minha falta de tacto para escolher amigos.
Ninguém se preocupou com os meus sentimentos e agora estou assim.
Aprendeu-se :)

 

 

publicado por Juh às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

Optimismo e garra :D

Para o F':

Quando já tudo pareçia impossivel, tu encheste-me o coração com as tuas palavras
e gestos. Foi tudo perfeito, pareçe que não havia dor. Tudo era claro.
Estava contigo e o meu coração batia tanto, que eu não consigo explicar.
Pareçia um tambor inexistente que insistia no nosso amor, como se fossemos almas gémeas.
e o destino nos tivesse juntado por acaso.
Ouvias o que eu dizia, fazias-me rir, e até, por vezes já
me conheçias melhor que eu a mim própria, e sabias expressar a minha mente e os meus sentimentos de uma forma que eu nunca
conseguia. Nunca antes conheçerá tão boa pessoa, que encantasse tão puro coração como o meu (sim, eu admito, eu sou um coração de manteiga lá no fundo...)
Foste tu que trouxeste-me sorrisos, que eu pensava que tinham despareçido dentro de mim.
Quero tudo de volta amor. Quero poder estar a 100% bem contigo, quero que tudo de bom volte a aconteçer entre nós.
Quero mais abraços. Mais beijos. Mais sorrisos. Mais poemas. Mais serenatas. Mais noites contigo. Mais felicidade.
Eu quero mais coisas nossas, só nossas.
Quero e vou conseguir! :)

 

publicado por Juh às 16:10
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Blog novo

. Hoje é dia 10/10/10

. A verdade doi

. Felicidade versus insegur...

. O maior susto, a pior tar...

. Excerto #

. Casting

. Promessas

. Exames

. A carta

.arquivos

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds